quinta-feira, 27 de agosto de 1998

SE

Se as rosas exalassem teu perfume
Ah! perder-me-ia no nevoeiro dos meus sonhos
onde, à cama, vestida de branco
teu corpo descansa, em pleno conforto
trazendo aos meus olhos repletos de lágrimas
a alegria que, um dia, me fora emprestada...

Se o teu sorriso se fizesse presente
como as gotas de aguardente
que ao meu copo teimam em pingar
arrepiar-me-ia completamente
sentindo, inexplicavelmente
o incompreensível desejo de te amar...

Se, algum dia, fores embora
como a chuva que corre lá fora,
sem nenhuma vontade de ir
despedaçar-me-ia o coração,
pois ficaria na solidão
sem ver o meu amor partir...

Se a tua boca na minha tocar
E a tua voz sussurrar: "Te amo",
sentirás meu coração pulsar,
muito mais forte do que há um ano
quando tudo isto acontecia,
mas a minha imperfeição não desistia,
fazendo de mim um louco,
acabando comigo aos poucos,
sobrando-me apenas a poesia....

deLima Jr 27-08-1998

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!